Comunicação | Notícia
SELECT * FROM `n_noticias` WHERE `num`='810'
NOTÍCIAS - Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul - atualizado em 11/11/2014 09:36
Projeto de Lei que visa as eleições de diretores e vices nas escolas municipais tem algumas alterações
Tamanho da Fonte: a-  A+

Na última semana foi realizada uma a reunião entre a Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, composta por Maquinho Vivian, Luis Fernando Torres e Silvio Tolfo Tondo e representantes do Sindicato dos Professores Municipais (Sinpromc).

Após este encontro, a Comissão convidou a Secretária de Educação, Maureli Lopes, para expor alguns itens que o Sindicato estava reivindicando por alguns ajustes no Projeto de Lei, que regulamenta e eleição de diretores e vices para as escolas municipais, tendo em vista que as regras para a referida eleição encontram-se esparsas em vários dispositivos legais, dificultando sua correta aplicação.

Na reunião a secretária de educação apresentou uma mensagem retificativa alterando alguns pontos no referido projeto.

Na sexta-feira, 7 de novembro, o sindicato voltou a se reunir com a comissão e demais vereadores a fim de fazer uma nova negociação, pois discordavam de dois itens: a recondução e a realização da eleição dos diretores e vices ainda este ano.

Na sequência, a comissão se reuniu com o Prefeito, Otomar Vivian, que foi sensível ao pedido dos vereadores para fazer duas emendas ao projeto, uma delas visa prorrogar a eleição por mais um ano, ou seja, a escolha dos diretores e vices acontecerá em outubro de 2015. Já a outra emenda trada da recondução dos diretores, que ficarão com três anos de mandato com possibilidade de uma reeleição.

A Comissão de Educação se reuniu na manhã de segunda-feira, 10 de novembro com a Assessoria Jurídica da Casa, Luis Pinto Torres, para realizar as emendas necessárias para que o projeto possa ir à votação.

O vereador Pedro Gaspar comentou que a Comissão de Educação está desenvolvendo um ótimo trabalho ouvindo o sindicato e interagindo com as negociações junto ao Executivo. “É importante que as negociações sejam feitas ouvindo todas as partes, para que assim todas as demandas sejam atendidas.”

 

A Comissão informou que na próxima semana o projeto deverá ir à votação.